segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Sacos de mentira para atletas



Olá a todos,

Este post é destinado a todos os atletas, praticantes de atividades físicas e pessoas que se preocupam com sua alimentação e saúde.

Houve uma época em que eu ficava irritado com todo mundo quando abordávamos o tema "comida". Quem aqui, que se preocupa com alimentação, nunca passou por situações sociais onde os amigos tiraram sarro, você foi visto como xiita, no caso dos homens, chamado de viado, quando demonstrava alguma preocupação alimentar? 

Seus problemas se acabaram! Criei os novos "SACOS DE MENTIRAS TABAJARA".

sábado, 25 de fevereiro de 2012

A eterna questão do vácuo no triathlon




Olá a todos,

Acho que este deve ser o tema mais polêmico no triathlon, por isso, resolvi abordá-lo simplesmente com a minha opinião, já que existem diversas outras. Afinal, o blog é meu rsrsrsrrs.

Os primeiros indícios de multiesportes surgiram na França, nos anos 20, envolvendo seqüência de esportes, muitas vezes até canoagem. No entanto, o triathlon moderno surgiu, com o nome "triathlon" em uma primeira competição em San Diego, em setembro de 1974. De lá para cá o esporte vem crescendo vertiginosamente. Variações de distâncias, variações de multiesportes (aquathlon, duathlon, biathlon), criação de federações e de organizações para regulamentar o esporte.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Treinar demais faz mal?



Olá a todos,

Quem nunca ouviu esta? "Treinar demais faz mal" ou "esporte competitivo não é saudável".

Bom, médicos e nutricionistas costumam chamar atletas de "inflamados crônicos". Indivíduos que estão sempre inflamados devido aos treinos intensos e/ou longos. Quando estamos nos limites do corpo, ele responde com substâncias tóxicas que prejudicam nosso metabilismo e realmente geram uma série de sobrecargas. Não é a minha intensão aqui provar os índices de acúmulo de amônia ou os efeitos tóxicos do lactato ou do cortisol; ou mesmo dos problemas ortopédicos. Nem tenho conhecimento para isso. A idéia aqui é pensar um pouco do ponto de vista lógico e empírico da coisa. Correndo um sério risco de estar enganado, mas especulando.


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Luto por alguém muito especial




Neste carnaval, tive a triste notícia da morte de uma grande amiga, uma grande pessoa. Adriana Bonnard, esposa de meu grande amigo Carlos Pocinho. Muitas foram as conversas, viagens, histórias, em grande parte sobre o mundo do esporte.


Certamente, uma pessoa iluminada que deixará muitas saudades...

Em um blog que fala muito de esportes de ultra endurance de extrema dificuldade, posso dizer com segurança que nenhum deles se comparam à luta contra o câncer que ela travou nos últimos meses. A comparação chega a ser ridícula. Em toda aquela costumeira meiguice e aparente fragilidade, ela ensinou a todos nós o que é realmente a luta pela vida, o que é encarar um problema gigantesco de frente e ainda sorrir.

Adriana, nossos corações estarão sempre conectados ao seu. Sentiremos muito a sua falta, mas cientes de que você cumpriu o seu papel com louvor aqui nessa vida.  Todos nós tivemos o privilégio de conhecê-la. Esteja em paz, iluminando nossos caminhos.

Ulisses

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

NEAF - Núcleo Especializado em Atendimento de Fisioterapia



 Olá pessoal,

Gostaria de deixar registrado, como forma de agradecimento, todo o apoio que o Dr. Carlos Roberto Mó, como um dos melhores fisioterapeutas do Brasil, este testemunho que deixei em seu site, depois da prova do Long Distance de Pirassununga.

http://www.carlosrobertomo.com.br/eventos/16

Valeu Mó!

"Triatleta é que nem pato...



...não nada direito, não pedala direito e não corre direito".

rsrsrsrrs. Temos que admitir que é engraçado. Esta normalmente é a zoeira que o pessoal dos respectivos esportes individuais falam dos triatletas.

Bom, quero me dar o direito de defesa e, obviamente, ajudar meus amigos triatletas a se defenderem também (rs).

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Qualidade x quantidade - parte I



Olá a todos,

Se existisse um ranking para temas polêmicos, este certamente figuraria entre os primeiros.

Quando comecei a fazer triathlon, logo percebi que existiam duas escolas, duas ideologias, sobre treinamento. Os adeptos dos treinos de grande volume, normalmente vindos das escolas mais antigas, e os adeptos da chamada "qualidade", baseados nas novas tendências e pesquisas que afirmavam que a intensidade era o mais novo "Santo Graal" das metodologias de treinamento.


Sobre a natação



Vasculhando o blog de um amigo, o Xampa (André Cruz), vi que ele tinha publicado um texto meu sobre a natação qeu eu escrevi ano passado no grupo que fazemos parte no Facebook. Li novamente o que eu mesmo havia escrito e cheguei à conclusão que concordo comigo rsrsrsrrs.

Resolvi publicá-lo aqui. Acho que vale à pena.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O que vale não é treinar, mas impressionar



Olá a todos,

Vamos a um primeiro post nada científico, apenas especulativo e divertido.

Atletas são obcecados por números. Mais precisamente quantidade de tempo por uma quantidade de quilômetros ou metros.
- "Hoje corri 10km"
- "Para quanto vc correu?"

Quem aqui nunca ouviu essa pergunta quando está comentando sobre algum treino que acabou de fazer? Nunca ouvi ninguém perguntando "Você correu com qual cadência?" ou "Qual era o objetivo desse treino? tolerância a lactato ou condicionamento aeróbico?", "foi um intervalado ou um fartlek?"; sempre a pergunta que qualifica a performance com que o atleta completou o treino. Como se aquilo fosse relevante para um treino de qualidade, não é mesmo?

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Finalmente, um Blog



Bem vindos!

Já estou devendo a um tempo para alguns amigos e seguidores no Facebook a criação de um Blog.

A minha desculpa sempre foi a de não ter muito a agregar, já que sou uma pessoa detalhista, perfeccionista, que não gosta de simplesmente escrever conteúdo para poluir a internet de mais informação desconexa. Entretanto, ando reparando que os Blogs são uma ferramenta bem interessante, com informações válidas. Obviamente que a internet é um campo minado. Encontramos de tudo, materiais de primeira qualidade e materiais que não merecem segundos de atenção, mas isso, caberá ao leitor decidir.

Quando o assunto é triathlon, esportes de endurance e nutrição, não me considero um expert, até porque minha formação acadêmica e vida profissional foram baseadas na tecnologia da informação, mas percebi que, incrivelmente, conheço mais que muita gente (rs). Adoro estudar estes temas todos, aplicar no meu dia a dia como triatleta e conversar com amigos a respeito. De alguma forma, acabei virando uma referência para muitas pessoas que sempre me questionam e tiram dúvidas, o que me deixa muito feliz. Sinal que todo um esforço como triatleta e estudioso dos assuntos pertinentes estão dando resultado.